26 de out de 2008

Show da Nova Zelândia em 22/10





"É um trabalho assustador, mas alguém tem que fazer isso. Se você gostaria que o cantor da sua banda favorita de metal fosse um pouco esquisofrênico, Corey Taylor é o cara certo pra você;

Um minuto e o vocalista da banda de mascarados está agradecendo a multidão de Auckland por ter esperado três anos pelo retorno da banda à Nova Zelândia.

Logo depois ele os critica por não terem aplaudido o bastante, pedindo pra que chupassem uma certa parte de sua anatomia e gritando como um louco.

Sua imprevisibilidade, natureza agressiva é o foco de um show do Slipknot - que parece ser baseado numa mistura bizarra de puro metal e pesadelo.

Shawn Crahan caminha pelo palco envolvido numa irritação constante, encarando o público e descontando sua raiva num kit de percussão móvel no lado direito do palco. Durante uma versão violenta de Duality, Clown aparece usando um taco de baseball para espancar com prazer um latão vazio- Esperamos que ele seja assim apenas durante as performances da banda.

Com tudo isso acontecendo, é fácil esquecer que o Slipknot faz música. Durante um percurso de 4 álbuns em 13 anos, eles provaram que existe substância por trás das amáveis máscaras.

Explodiram na abertura com empolgantes versões de Surfacing e The Blister Exists, Slipknot continuou a todo vapor com a famosa Before I Forget, favorita no jogo Guitar Hero.

Continuaram com clássicos como People=Shit e The Heretic Anthem, músicas que ficam muito melhores ao vivo quando o refrão é acompanhado e cantado por uma multidão envolvida numa roda de moshpit e suor. Prosseguiram com a raramente-tocada Prosthetics, música do primeiro álbum da banda, lançado em 1999.

Como o All Hope Is Gone foi lançado a pouco mais de um mês atrás, o set trouxe a maioria das músicas de álbuns mais antigos. Uma das duas músicas novas que tocaram, se chama Psychosocial, o vocalista pediu pra galera ir à loucura com ela, dava pra saber que Corey se juntaria a eles."

Fonte: stuff.co.nz








Destaque Corey Taylor foi entrevistado recentemente por Andrew Haug da Triple J's "Full Metal Racket". Corey fala sobre o processo de composição do All Hope Is Gone e também informações sobre o envolvimento com o Stone Sour e Anthrax, além da turnê do final deste ano.


Fotos:
Primeira foto: http://flog.clickgratis.com.br/slipilove/245838
última:http://flog.clickgratis.com.br/slipilove/245938

Nenhum comentário: