22 de nov de 2009

The Eye of a Clown :Cris




Para a maioria de seus posts semanais no HeadbangersBlog.com, o percussionista Shawn “Clown” Crahan nos envia imagens que foram manipuladas tanto no estágio de desenvolvimento quanto na pós-produção. Essa semana, entretanto, ele nos mandou uma composição de imagens de seu companheiro percussionista Chris Fehn, que foi criada usando o modo pré-definido de uma câmera digital. Ao sobrepor onde cada uma das 16 fotos de mesmo tamanho, Crahan empregou matemática, criatividade e sorte para criar a impressionante imagem desta semana.


Eu tenho uma câmera Nikon Cool Pix 950 e, como muitas outras câmeras digitais, você pode configurá-la para tirar uma única foto ou uma a cada segundo. Essa câmera, em particular, tem uma pré-definição para tirar 16 fotos, iniciando no canto esquerdo. Então se você olha para essa imagem, a primeira foto está no canto esquerdo, depois segue para a direita, então desce a fileira, recomeça no primeiro quadro na esquerda e segue em zigue-zague até a última imagem. Eu realmente estava tentando imaginar como poderia usar todas as imagens pra colocar o rosto dele em seu próprio rosto e decidi que era tudo uma questão de fazer no tempo certo.

Então eu tirei várias fotos individuais, então eu cheguei perto dele, tirei essas fotos do seu cabelo e fui aumentando e diminuindo o zoom, chegando perto, me afastando, tudo para tentar fazer essa coisa e criar algo do nada. O assunto é Chris Fehn usando uma das máscaras que fizemos de nossos rostos, e elas são muito perturbadoras por que não tem movimento. Não há respiração ou movimento. Elas são máscaras de morte.

Eu fiz essa foto como um experimento em pegar algo pré-definido e tentar desenvolver algo a mais a partir disso. A máquina é matemática real. Ela vai tirar 16 fotos e fazer uma só. Eu sou a favor de ir contra a programação por que quando você adiciona o orgânico à máquina você gera acidentes positivos. Este sou eu procurando pelo bom acidente, colocando o humano junto ao programado e tentando refazer a fórmula.

E isso é uma coisa que todos nós deveriamos estar fazendo nesse mundo, pois se nós revermos continuamente algo que não tem funcionado e tentarmos fazer melhorar, pode não ser tão benéfico como destruir completamente o que foi feito. Alguma vezes, destruir completamente o que é pode te levar próximo do que precisa ser. E esse é um grande problema que o mundo enfrenta agora.

Nós pensamos que somos tão espertos. Nós já entendemos tudo, temos todas essas leis, todas essas regras e todas essas metas que queremos atingir. Mas se algúem ainda não entendeu, nós não estamos atingindo nenhuma das nossas expectativas. Nós não estamos realmente entendendo nada. Nós podemos dizer que há um buraco na camada que envolve a terra, que camadas de gelo polar estão derretendo, mas nos todos estamos de fato fazendo algo sobre isso? Talvez precisemos ir contra o que conhecemos e o que pensamos para resolver o problema.

- Shawn Crahan

15 de nov de 2009

Slipknot patrocina evento de arte em Iowa

A lista de patrocinadores para a noite de arte na sexta feira em Valley Junction inclui uma mistura de empresários, dois restaurantes, uma empresa de construção e um banco. Mas temos um novo patrocinador esse ano: Slipknot.

Os famosos músicos de Iowa aparentemente descobriram um interesse em aquarelas delicadas e poesia, mas tem outra razão pra essa participação. A mulher de Shawn, Chantal, deu uma força com o Slipknot.

"Todos eles amam arte, então achei que era uma boa hora de ajudar a comunidade"

As jóias dela ficarão expostas na 2 AU Gallery, enquanto o projeto do Shawn (um livro com polaroids que contam a história da banda na estrada) pode fazer parte mais pra frente.

A exposição conta com obras de arte de artistas nacionais e internacionais.

Fonte: Des Moines Register

Fotos do aniversário de Paul Gray

Paul adicionou em seu Myspace algumas fotos da comemoração de seu 36º aniversário, comemorado no último dia 8 de Abril.

Veja clicando aqui, aqui e aqui.

Nas fotos, o baixista do Slipknot pode ser visto com amigos e com sua esposa.

www.myspace.com/sktpaul2

5 de nov de 2009

Novas fotos de Clown no Twitpic

Shawn postou em seu Twitpic (um recurso adicional ao Twitter) algumas fotos do "Dead Memories Holes" e do prédio abandonado do "All Hope is Gone".

Para ver essas e outras fotos, acesse o Twitter do Shawn clicando aqui.

The Eye of a Clown: Clownhead



Na mágica, é importante que as mãos sejam mais rápidas que os olhos. O oposto geralmente se encaixa na fotografia, um meio na qual a mente tem de prever o que está vindo antes do dedo puxar o gatilho. É como ser um bom atleta ou sobreviver num campo de batalha. O que você vê não é o bastante, e quase sempre pode ser enganoso. Para obter sucesso, é essencial acreditar em seu instinto, sentir, e ter um sexto sentido indefinível.

Nesta última atualização em “The Eye of a Clown,” Shawn Crahan escolhe uma fotografia aterrorizante para explicar como uma boa captura fotográfica vem quando se menos espera, e só quando se está preparado a imagem realmente se revela.


Este é um dia na vida de alguém na minha profissão e eu me lembro disso claramente. Eu realmente faço o máximo que posso para estar apto a levar minha câmera onde quer que eu vá. Se eu pudesse, a teria dentro dum supermercado, enquanto estivesse fazendo sexo, enquanto estivesse dirigindo. Eu tento manter o hábito de levá-la a todos os lugares em casos de certas manifestações. Neste dia em particular eu fui recompensado.

Eu tenho pouca sorte de encontrar chuveiros em lugares. Tenho pessoas que trabalham comigo que me ajudam a pegar minhas roupas depois dos shows e tudo mais que preciso para tomar um banho – shampoo, condicionador, sabonete, toalha – e saio do palco já caminhando diretamente para essa área que fica bem longe de todos. Porque sempre há gente conversando bobagens sobre o show, e estou pouco me fodendo. Sempre dou o melhor de mim, e se eu ferrei com alguma coisa ou algo estava errado, não quero refletir no que todos têm a dizer. Quero refletir no que eu penso e no que eu digo. Então eu me isolo.

Neste dia em particular, eu entrei nesse banheiro extremamente gelado, tinha minha câmera comigo e não fazia idéia do que eu estava para presenciar. Tirei todas as minhas roupas, as joguei num canto para que não pudessem ser vistas. Tirei minha máscara e a joguei no chão. Coloquei meu corpo de bunda pelada no pequeno Box. Tomei um banho, e saí. Foi isso que eu vi.

Essa é a minha máscara, e esse é o porquê se tem que esquecer de todas as idéias fundamentais que te mantém fora do alcance de ter sua câmera consigo o tempo todo. Eu senti que essa foi a epítome do que eu faço. As pessoas querem falar merda sobre nossas máscaras, o que fazemos e a nossa arte. Mas aquela coisa está viva. Essa é a máscara da época de Iowa. Tinha um pentagrama no meu rosto, um “6” cravado na testa e o lado esquerdo do cérebro estava exposto. Eu me cobriria de sangue pelo período daquele álbum. Todo show era como uma performance viva, e quando eu arrancava aquela performance, ela sangrava. Era tão real, e eu tinha de tirar aquilo do meu rosto para sobreviver.

Eu não fiz nada aqui. Todo o cenário é o mundo de todos os meus dias, e eu sinto essa foto – mesmo sendo tirada por uma câmera mais simples e provavelmente não é uma imagem tão boa – isso é vida. É mais ou menos como uma foto de uma cena de um crime. Todos sonham em ser um rockstar e todos querem tudo. Bom, isso resume a minha vida – fria, molhada, cansada, acabada, machucada. Mas ao mesmo tempo é linda, limpa, mortal e perigosa. É tudo, e assim eu me sinto sortudo de ter tirado essa foto. E para mim, é outra experiência de como absolutamente não saber o que vai acontecer e no instante seguinte ter a oportunidade de capturá-la quando aparece, e também ter o instinto de dizer, “Isso é algo que eu preciso conseguir.”

- Shawn Crahan

* Fonte: Headbanger's Blog

Corey fará sua primeira apresentação solo no Rockfest




Korn, BuckCherry, Shinedown e Drowning Pool estão entre as bandas confirmadas para o Rockfest 2009, que acontece no dia 30 de Maio no The Liberty Memorial na cidade do Kansas, em Missouri nos EUA.

Ano passado, os ingressos para o evento esgotaram em algumas semanas, e agora o maior festival de um único dia do país está atraindo mais de 50 mil pessoas da própria cidade do Kansas e dos arredores.

Este ano conta ainda com a primeiríssa apresentação solo do vocalista das bandas Slipknot e Stone Sour, Corey Taylor. Taylor, que esteve presente em no programa "Johnny Dare Morning Show" na KQRC 98.9, para falar a respeito do quanto estava animado para sua primeira apresentação solo.

O evento conta com 2 palcos, onde terão performaces das bandas KORN, BUCKCHERRY, SHINEDOWN, COREY TAYLOR, SAVING ABEL, REV THEORY no palco principal, e DROWNING POOL, DUFF MCKAGAN'S LOADED, DOPE, THE PARLOR MOB, BURN HALO, CROOKED X, THE FEDERATION OF HORSEPOWER no segundo palco.