25 de ago de 2009

The Eye of a Clown: Goat

"Eu sabia que queria esse bode na capa do Iowa, só faltava achar a imagem certa. Então isso é uma revisão de algo que eu fotografei várias vezes. E no fim eu não acabei fotografando a imagem que saiu na capa. Depois de semanas tirando fotos do Eyeore - era assim que a gente chamava o bode - eu vi que não estava achando o que representava a música, então meu mentor, Stefan Seskis, fotografou a imagem que nós usamos.

Essa foto teria muitas chances de ganhar a capa do Iowa. Dava pra ter o prateado nela, e todas as partes cinza e ainda assim seria digno do Iowa. Mas depois de tirar 200 fotos eu acabei entregando o Eyeore para o Steffan, porque eu já não estava feliz com aquilo. Eu acho que, se você é um artista você precisa confiar nos seus instintos, ainda mais quando você está representando milhares de pessoas. Nossos fãs são tão importantes pra gente, e eu preciso entender o que acontece pra conseguir expressar minha criação.

Claro que eu poderia ter usado essa foto, e provavelmente teria sido a imagem que todos iriam ver pra sempre, mas não batia com os meus sentimentos. Na arte, eu pratico todos os dias pra não ser egoísta. O engraçado foi que eu literalmente dei a cabeça do bode pro Stefam, ele levou pra fora, acendeu um cigarro e tirou três ou quatro fotos. E quando eu cheguei no estúdio naquela noite ele disse: 'tenho algo pra te mostrar'. E escolheu a número dois entre as quatro fotos.

Eu olhei pra ele e disse, 'Eu venho tirando foto dessa coisa por semanas e você conseguiu a imagem' e ele respondeu: 'É, tudo depende da iluminação'. E foi aí que eu comecei a levar essa coisa de iluminação a sério. Ele me explicou que a luz não sabe que aquilo é a cabeça de um bode. Então, eu aprendi que a luz é extremamente importante na fotografia e você precisa estudar muito sobre a iluminação pra conseguir capturar o que você vê."

* Fonte: Headbangers Blog

Nenhum comentário: