3 de fev de 2008

Matéria traduzida do Slipknot na 'Kerrang!'


Matéria traduzida da entrevista que Paul Gray deu a Kerrang!
Na matéria, Paul Gray falou sobre o novo álbum da banda e a relação entre os membros da mesma. Confira abaixo:
Como está o progresso do novo álbum?
“Nós estamos muito no inicio do processo, não temos nenhum título e nem nada disso, mas escrevemos sete canções e já tivemos muitas idéias. Mas tudo o que fazemos é pesado e quente como o inferno!
As músicas são completamente diferentes, mas continua sendo o Slipknot.
O Corey tem cerca de 200 letras já escritas, e isso vai diminuir muito o trabalho do resto da banda.”
O Subliminal Verses foi bem mais eclético que os álbuns anteriores; vocês vão fazer algo diferente mais uma vez?
“Nós não queremos ter nenhum limite. O Corey tem uma voz maravilhosa e queremos explorá-la para mostrar todo o seu talento, em diferentes formas. Isso não quer dizer que iremos fazer um álbum mais leve, até porque tudo o que escrevemos até agora foi bem pesado.”
Quem está produzindo o disco?
“Ainda estamos decidindo quem o fará, mas estamos conversando com o Dave Fortman (Mudvayne, Evanescence) e tem possibilidade até de escolhermos o Sean Beavan (Nine Inch Nails).”
Você gravou o último álbum do Slipknot em uma enorme mansão em LA – onde você planeja gravar esse novo trabalho?
“Nós temos muitas idéias, e se formos trabalhar com o Dave Fortman, sabemos que tem um estúdio muito bom em New Orleans. Mas também pensamos em gravar aqui mesmo em Iowa. Nessa época, qualquer lugar dos EUA é muito frio, exceto aqui – e acredito que todos se sintam mais a vontade em escrever e trabalhar com um clima e uma temperatura razoável. Além de tudo, nos sentiremos em casa, quando terminamos o último disco já havíamos cogitado essa idéia, podemos levantar as quatro da manhã e começar a compor, escrever, ter idéias e etc.”
E como está o clima no Slipknot atualmente?
“Eu acho que estamos nos dando muito melhor agora do que antigamente. Todos nós temos ajudado uns aos outros nesses últimos dias. Quando éramos mais novos, éramos muito mais intolerantes. Agora somos muito mais compreensíveis e fica muito mais fácil de trabalhar dessa maneira.”
Você já teve alguma idéia de fotos promocionais e até mesmo das novas máscaras para esse novo álbum?
“Nós já estamos pensando nisso, e tivemos algumas idéias... tudo está indo para um caminho diferente – repito, continuará sendo o Slipknot, mas com algumas mudanças.”

Muitas pessoas querem que vocês façam algo do estilo do segundo álbum, o que você tem a dizer para essas pessoas?
“É engraçado, mas eu realmente não me importo com isso. Eu sei que existem verdadeiros e fieis fãs do Slipknot, que vão nos apoiar seja lá o que fizermos, e as pessoas que odiarem? Estou pouco me fod**do. Monte uma banda. Se você acha que pode fazer melhor, então faça.”

Nenhum comentário: