22 de nov de 2009

The Eye of a Clown :Cris




Para a maioria de seus posts semanais no HeadbangersBlog.com, o percussionista Shawn “Clown” Crahan nos envia imagens que foram manipuladas tanto no estágio de desenvolvimento quanto na pós-produção. Essa semana, entretanto, ele nos mandou uma composição de imagens de seu companheiro percussionista Chris Fehn, que foi criada usando o modo pré-definido de uma câmera digital. Ao sobrepor onde cada uma das 16 fotos de mesmo tamanho, Crahan empregou matemática, criatividade e sorte para criar a impressionante imagem desta semana.


Eu tenho uma câmera Nikon Cool Pix 950 e, como muitas outras câmeras digitais, você pode configurá-la para tirar uma única foto ou uma a cada segundo. Essa câmera, em particular, tem uma pré-definição para tirar 16 fotos, iniciando no canto esquerdo. Então se você olha para essa imagem, a primeira foto está no canto esquerdo, depois segue para a direita, então desce a fileira, recomeça no primeiro quadro na esquerda e segue em zigue-zague até a última imagem. Eu realmente estava tentando imaginar como poderia usar todas as imagens pra colocar o rosto dele em seu próprio rosto e decidi que era tudo uma questão de fazer no tempo certo.

Então eu tirei várias fotos individuais, então eu cheguei perto dele, tirei essas fotos do seu cabelo e fui aumentando e diminuindo o zoom, chegando perto, me afastando, tudo para tentar fazer essa coisa e criar algo do nada. O assunto é Chris Fehn usando uma das máscaras que fizemos de nossos rostos, e elas são muito perturbadoras por que não tem movimento. Não há respiração ou movimento. Elas são máscaras de morte.

Eu fiz essa foto como um experimento em pegar algo pré-definido e tentar desenvolver algo a mais a partir disso. A máquina é matemática real. Ela vai tirar 16 fotos e fazer uma só. Eu sou a favor de ir contra a programação por que quando você adiciona o orgânico à máquina você gera acidentes positivos. Este sou eu procurando pelo bom acidente, colocando o humano junto ao programado e tentando refazer a fórmula.

E isso é uma coisa que todos nós deveriamos estar fazendo nesse mundo, pois se nós revermos continuamente algo que não tem funcionado e tentarmos fazer melhorar, pode não ser tão benéfico como destruir completamente o que foi feito. Alguma vezes, destruir completamente o que é pode te levar próximo do que precisa ser. E esse é um grande problema que o mundo enfrenta agora.

Nós pensamos que somos tão espertos. Nós já entendemos tudo, temos todas essas leis, todas essas regras e todas essas metas que queremos atingir. Mas se algúem ainda não entendeu, nós não estamos atingindo nenhuma das nossas expectativas. Nós não estamos realmente entendendo nada. Nós podemos dizer que há um buraco na camada que envolve a terra, que camadas de gelo polar estão derretendo, mas nos todos estamos de fato fazendo algo sobre isso? Talvez precisemos ir contra o que conhecemos e o que pensamos para resolver o problema.

- Shawn Crahan

Nenhum comentário: