20 de set de 2009

The Eye Of a Clown: Today is the Day



Steve Austin é um grande amigo meu. Nós costumamos sair de vez em quando e eu sou um grande, grande fã de sua mentalidade e visão artística. Ele é uma pessoa destacada e eu amo e respeito e isso exige muito de mim também. Ele veio me visitar e foi uma ótima noite que começou com Ozzy sendo incapaz de se apresentar no Ozzfest, e Rob Halford subiu no palco e cantou umas músicas do Black Sabbath.


Foi incrível, estávamos no momento, dirigindo com carros de golfe a noite toda e expandindo nossos cérebros com arte e com coisas que precisávamos testemunhar. Bem perto do fim da noite, estávamos dirigindo um carro de golfe em círculos nessa montoeira de copos, e na minha mente foi tipo "Isso é perfeito." Me lembrou do massacre de Jonestown e eu decidi criar um cenário.

Eu tinha Steve sentado e eu o fotografei no tamanho médio em Polaroid, no qual eu desmontei. As pessoas nesse negócio querem que as coisas sejam tão perfeitas, mas se você é humano você percebe que não existe nada perfeito nesse mundo. Então, eu desmontei meus polaroides arruinando a integridade deles, e essa se torna a integridade deles. Eles são 100% originais. Quando você fotografa com polaroid, são sempre os mesmos efeitos que precisam de tempo para desenvolver a foto. Então, o que eu faço é estudar o tempo e processar que foi construído para a eficiência do mundo. E, para a maioria, você deixou com algo incompleto, mas para mim, isso é a coisa mais completa de tudo.

Então, Steve está ali. Ele é o único que restou. E você pode ver o seu rosto, ele esta desaparecendo lentamente, também, ele está bem em deixar essa realidade desaparecendo completamente. Esse foi o conceito. Você tem todos esses copos que milhares de pessoas usaram, e eles todos desapareceram na escuridão, e ele é o ultimo e ele está bem e muito confortável e muito calmo com a sua decisão. E eu penso que satisfaz Steve muito bem por que ele é uma pessoa diferente. Ele é um dos mais intensos artistas que eu conheci em minha vida. Ele é pra valer. Ponto Final.

- Shawn Crahan

Nenhum comentário: